Passei dos 40 anos de idade e agora o que fazer? 

Urologista em Vitória

No início do século passado a expectativa de vida dos homens era de 40 a 45 anos. Nos dias atuais, embora o envelhecimento seja um processo biológico natural, progressivo e inevitável os homens dessa faixa etária estão mais preocupados em melhorar o seu condicionamento físico ou querem retomar o foco para assim obter uma melhor qualidade de vida. Não só com muito mais expectativa de vida, mas também com muito mais condição física para viver.  

Urologista em Vitória

Algo que antes homens não se preocupavam, atualmente observamos grande número de pacientes com 40 anos ou mais, atentos ao seu bem estar para tentar garantir uma melhor longevidade. Mesmo sabendo que o envelhecimento seja um processo biológico natural e que todos os órgãos e sistemas dos seres humanos estão envolvidos neste processo, o que aqueles que passaram dos 40 anos precisam saber para terem uma vida mais saudável do ponto de vista urológico? 

Urologista em Vitória

Neste post você saberá quais as principais alterações que ocorrem no corpo do homem que passa dos 40 anos do ponto de vista urológico.

Urologista em Vitória

Produção da Testosterona

Urologista em Vitória

Após os 40 anos, existe uma tendência natural de uma diminuição progressiva na produção de testosterona, chamado de hipogonadismo. Quando acompanhado de sintomas devido a queda de testosterona classifica-se como Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino (DAEM)Urologista em Vitória

Urologista em Vitória

A diminuição da Testosterona pode levar a diminuição da densidade óssea, da massa e força muscular, aumento da gordura corporal e abdominal, diminuição do libido e da qualidade da ereção. Isso é provocado/colaborado pela queda gradativa de 1% ao ano na taxa de testosterona após essa idade. Mas isso pode ser evitado ou ocorrer com menor impacto caso faça um trabalho voltado para diminuir ou evitar essa perda.

Além disso, a testosterona pode diminuir devido ao índice de massa corporal aumentado linkar com o meu texto de obesidade e testosterona, uso de álcool, presença de doença crônica (por exemplo, diabetes, distúrbios endócrinos) ou uso de alguns medicamentos (por exemplo, glicocorticóides). Kaufman JM, Vermeulen A. 1997. Declining gonadal function in elderly men.  Bailliere’s Clinical Endocrinology and Metabolism  11(2):289–309.

Urologista em Vitória

Saúde dos Rins.

Urologista em Vitória

A partir da 3 a 4 década de vida iniciamos uma diminuição na capacidade de filtração dos rins, porém esse decréscimo da função de filtração do rim é lento e na maioria das vezes não traz consequências de imediato.

Urologista em Vitória

A função de filtração dos rins deve ser acompanhada e essa perda podendo ser potencializada caso o paciente tenha alguma doença como diabetes, hipertensão arterial e algumas doenças autoimunes. 

Urologista em Vitória

Próstata

Urologista em Vitória

Para os quarentões existe outra alteração que precisa ser acompanhada. É a partir desse período que pode iniciar um crescimento benigno e lento da próstata, podendo levar a dificuldade para esvaziamento da bexiga, por provocar compressão na uretra. Essa alteração é chamada de Hiperplasia Prostática Benigna. Situação que no paciente diabético pode ser mais acentuada.https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19846144/

Urologista em Vitória

Esse aumento da próstata pode levar ao aumento da frequência de ida ao banheiro para urinar, inclusive após deitar-se, ardência ao urinar, esforço para urinar e esvaziamento incompleto da bexiga. 

Urologista em Vitória

Além desse aumento benigno da próstata, o homem começa a apresentar um risco de aparecimento do câncer de próstata, principalmente aqueles com história familiar desta doença. Tornando-se uma fase para o início do rastreio do câncer de próstata.Essas duas alterações (aumento benigno da próstata e câncer de próstata) são as duas doenças mais prevalentes no envelhecimento do sexo masculino https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21889721/

Urologista em Vitória

Outras alterações

Urologista em Vitória

Outra alteração que pode ocorrer ainda em homens dessa faixa etária é a redução na pigmentação do cabelo, perda de elasticidade da pele (por diminuição do colágeno), retardamento da condução nervosa, rigidez dos vasos sanguíneos, diminuição da densidade óssea, perda da visão de perto, entre outras.

Urologista em Vitória

Ninguém tem o elixir que garante a longevidade, mas prevenir doenças, rir e amar é um dos maiores passos. Então embora viver a vida com qualidade!

Urologista em Vitória

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?